Confeitaria

(19) 3878-1222

Bolos e Doces

(19) 3878-4116

Facebook Twitter Google Plus Youtube

Festa de casamento: Dicas para ajudar você a acertar em tudo

Vai casar? Veja nossas dicas para preparar sua festa de casamento

Em 01/03/2017

Antes de pensar nas vantagens deste ou daquele mês, vale lembrar que a escolha pode ser influenciada por alguns detalhes que vão além da vontade dos pombinhos.

Outra boa dica é sincronizar o dia com a melhor época para sua lua de mel. Se quiser economizar, sua data pode ser fora da temporada e aí, a cerimônia tem que coincidir.

Por fim se você for casar em uma igreja católica, saiba que algumas têm filas de espera muito grandes. Consulte o agendamento da igreja escolhida para saber com antecedência as datas à disposição.

Detalhes observados, é hora de avaliar os pontos positivos e negativos de cada mês...

Janeiro

É um dos meses menos procurados. E isso ajuda você a negociar melhor com os fornecedores de serviços e com o aluguel do salão. A luz do sol nessa época do ano está linda para fotos, o que vai deixar seu álbum e filmagem ainda mais bonitos!

Mas fique de olho porque também é um mês em que muita gente viaja e alguns prestadores de serviço tiram férias. Então, antecipe-se nos convites e contratos! E lembre-se: chove bastante e o calor pode ser um incômodo. Essas duas características fazem de um ambiente climatizado a melhor opção.

Que tal fevereiro?

As flores tropicais estão em alta e você pode dar um show de decoração na igreja, salão e no buquê. O clima é bem parecido com o de janeiro e, por isso, valem as mesmas precauções.

Ainda tem chance de muita gente planejar viagem para essa época, então corra com os convites. E, claro, evite marcar uma data próxima ao Carnaval. As cidades ficam com o trânsito complicado na semana anterior e posterior à folia!

Quem optar por março

Pode tirar vantagem da baixa temporada (que vai de março a junho) para alguns destinos e negociar uma lua de mel mais em conta. A cerimônia vai ficar linda com as Orquídeas, flores da estação que estão belíssimas nessa época.

Lembra daquela famosa música que fala sobre “as águas de março fechando o verão”? Pois é, as pancadas de chuva repentinas podem ser uma surpresa desagradável. Tenha um “Plano B” se estiver pensando em casamento ao ar livre!

Quer escolher abril?

Muitos cerimonialistas consideram este o mês ideal para casamentos, por conta do clima nem quente, nem frio e com poucas chuvas. É a melhor data para um casamento ao ar livre!

Mas contrate tudo com antecedência, porque em função da preferência das noivas pela data os preços começam a subir rápido!

Em maio

Temos o tradicional “mês das noivas”. Por isso, tudo inflaciona. Se pretende casar nesse mês, planejamento é fundamental. O clima ainda é bem semelhante ao de abril. O outono tem uma luz natural mais suave e ótima para fotos também, inclusive para casamentos na praia.

Já em junho

As datas são pouco concorridas, o que facilita sua negociação com fornecedores e prestadores de serviços. Uma característica da época é que, com o clima mais ameno, as roupas de gala ficam mais confortáveis, principalmente para os homens e seus ternos. As tulipas estão em alta, sendo uma alternativa para a decoração.

Com a chegada de julho

E com o frio mais intenso, tudo fica ainda mais glamoroso. As roupas da estação são mais glamorosas e até o buffet muda o cardápio, com vinhos e comidas mais pesadas.

Vale lembrar que é a época de descartar o casamento ao ar livre e de convidar com antecedência porque, com as férias escolares, muitas famílias viajam!

Agosto

Tradicionalmente um mês evitado pelas noivas (lembra aquele ditado: agosto, mês do desgosto?). Pura superstição, claro! Para quem quer uma cerimônia é hora de negociar ao máximo com os fornecedores de serviços! Até mesmo nos copos de leite, flores em alta nessa época.

Com a volta da primavera em setembro

Claro, as flores estão belíssimas! A temperatura também já subiu, o que faz do casamento ao ar livre uma opção interessante. Esta é uma época muito procurada, o que faz os preços subirem e as datas ficarem mais difíceis. Então, planejamento é fundamental!

O quadro se repete em outubro

Com o auge da estação. É a época dos lírios, ótima opção para decoração. A data combina com casamentos ao ar livre, com temperaturas mais altas batendo na porta.

Quando chega novembro

É hora de acelerar! É o último mês antes da correria das festas de final de ano. Alguns pombinhos já receberam a primeira parcela do 13º, o que ajuda na hora de encomendar as flores da estação: lavandas e lua de mel que, nesta época, dão uma encarecida. Fique atento aos feriados nacionais (nos dias 02 e 15) que podem atrapalhar sua organização em função das viagens dos convidados.

Em dezembro

Embora tudo fique mais corrido, temos aquela animação de final de ano! Com o 13º na conta, o casal tem um reforço para as despesas de última hora. É um mês super concorrido para casamentos, principalmente em função dos salões, que já estão quase todos alugados. Dado o calor, o ambiente precisa ser climatizado.

Pronta para escolher a data do seu grande dia? Então, aproveite estas e mais dicas e faça o casamento dos seus sonhos!

Dicas para contratar fotógrafos para sua Festa!

Cada casal tem um item importante para seu casamento! Tem gente que prefere dar mais importância ao buffet, outros preferem as flores que irão decorar a festa, e outros ainda preferem investir rios de dinheiro em convites!

Mas sem dúvidas o fotógrafo é o profissional mais importante do casamento, pois é através dele que todo o investimento feito no seu casamento será eternizado e lembrado.

Do que adianta gastar tanto dinheiro e não ter uma bela recordação de todo esse gasto?

Qualquer pessoa pode fazer um registro fotográfico, agora, fazer um registro artístico e de qualidade serão poucas as opções.

Siga algumas dicas e tenha fotos espetaculares!

Existem fotógrafos de todas as faixas de preços no mercado. Claro que os bons serão mais caros.

Usam equipamentos caros, trabalham 12 horas em pé, sem falar no pós-produção, semanas e até meses envolvidos num único casamento, e também que entregam um material de qualidade superior no final de todo o serviço.

Cuidado com os que prometem mundos e fundos como calendário, pôster, imã de geladeira, álbum da sogra, etc, ainda mais por preços baixos. O foco deles é ganhar com quantidade e não com qualidade.

Tenha em mente o tipo de fotografia que gosta, não só fotojornalismo ou fotos clássicas, mas o estilo do fotógrafo, o tipo de tratamento que ele dá à foto. Isso diz muito sobre você!

Afinidade é muito importante! Se logo de início não foi com a cara do fotógrafo, passe a diante, pois esse profissional os acompanhará por muito tempo e nos momentos mais íntimos do casal! Desta forma, ter um fotógrafo amigo é o ideal para que seja feito um ótimo trabalho.

Empresas muito grandes, que fazem vários casamentos em um dia, está fora de cogitação. Fiquem espertos com esses profissionais, você nunca saberá quem irá te fotografar.

Geralmente os fotógrafos contratados costumam a chegar meia hora antes de começar a festa. Peça para o fotógrafo chegar 45 min antes, esses 15 min a mais será para que ele tire algumas fotos posadas da família com o aniversariante, inclusive na mesa do bolo.

Quando os convidados começarem a chegar será difícil tirar esse tipo de foto, pois terá que recepcionar e dar atenção aos convidados.

Dicas para contratar decoradora para sua festa:

A decoração de aniversário, casamento, depende do estilo dos aniversariantes e noivos, da sensação que desejam passar para os convidados.

A decoração de casamento é uma das partes mais divertidas e, ao mesmo tempo, delicadas da celebração da união. Divertida por motivos óbvios: é uma delícia escolher cada detalhe, cada copo, cada guardanapo, cada flor, cada docinho… E delicada porque é preciso estar atento até aos menores detalhes, a fim de garantir que tudo ocorrerá como o planejado.

Como escolher com segurança a sua decoração:

Se você vai terceirizar todo o trabalho da decoração, se fará por conta própria, ou até mesmo se vai mesclar um pouco de cada opção, o ideal é começar a orçar e procurar fornecedores o quanto antes. Quanto mais tempo você tiver para cuidar desses detalhes, menos dor de cabeça e menos ansiedade você terá.

Procure bons fornecedores, e que tenham boas indicações. Evite aqueles que você não conhece ou que tenham preços bastante abaixo da média, pois isso, apesar de não ser regra, pode significar serviços mal executados. Fique de olho!

Se o assunto for casamento e, seu casamento for de maior porte, com um número mais elevado de convidados e em um local amplo, o melhor a ser feito é procurar uma boa empresa especializada. Às vezes, no intuito de economizar, muitas pessoas optam por cuidar da decoração pessoalmente e acabam tomando para si um trabalho muito pesado e estressante, gastando mais do que o planejado e se enrolando nas datas e prazos, o que não é nada bom para uma noiva, certo? Portanto, opte pela decoração DIY em cerimônias menores, mais intimistas e mais simples, e peça a ajuda da mãe, sogra, cunhadas, irmãs, amigas, primas, e de todo mundo que queira dar uma mãozinha para que o casamento seja ainda mais especial (e chame o noivo também!).

Para escolher bons fornecedores para ambos os casos, a dica é fazer a sua pesquisa no Guia de Casamento, um dos mais completos e confiáveis do mercado.

Festa de aniversário já não é tão formal quanto a do casamento, não é mesmo? Por isso, se for optar pela decoração pessoalmente será um desafio, mas não tão difícil. Se atente a decorar a mesa do bolo, essa parte sem dúvidas é a mais chama a atenção dos convidados.

Calcular corretamente a quantidade de comida na sua festa

Organizar uma festa pode ser uma tarefa fácil para alguns, mas para outros pode ser uma missão quase impossível, já que envolve muitos detalhes: comida, decoração, número de convidados... Mas se você vai organizar um evento, e não sabe por onde começar, saiba que antes de qualquer coisa, você precisa saber:

  • Defina o tipo de evento
  • Quantas pessoas vão participar?
  • Qual é a idade desses convidados?
  • Defina quantos homens e mulheres bebem e quantos não bebem.
  • Defina o número de crianças.

A partir destas informações vamos colocar a mão na massa e começar a produção da nossa festa!

O site Eu faço a festa criou o cálculo automático de comida e bebida que é mais uma forma de estar ajudando quem deseja fazer uma festa.

O cálculo é um facilitador e faz uma estimativa de acordo com o padrão para cada tipo de evento. O mesmo não é infalível, já que outros fatores podem influenciar o consumo de comidas e bebidas, como: o clima, as atrações disponíveis, perfil de seus amigos etc.

Confira no site as dicas sobre o tipo de cálculo que você deseja fazer e veja como deixá-lo o mais exato possível.

Produtos

Tortas

Tortas

Rocamboles

Rocamboles